PropostasQuestões sobre Licitações

Uma empresa, Uma proposta, Desclassificação na Licitação

Em concorrência apresentando somente uma empresa e sua proposta de preços for superior a de referência fornecida pelo órgão, desclassifica e refaz a licitação ou aplica o artigo 48, §3º.

A partir de uma interpretação literal do art. 48, §3º da Lei nº 8.666/93, caso haja um único licitante que tenha sua proposta desclassificada, será possível conceder prazo para que ele apresente nova proposta escoimada dos vícios.

Entretanto, a aplicação do referido dispositivo deve ser vista com cautela. O objetivo do art. 48, §3º é propiciar economia processual e evitar o fracasso do certame, prestigiando-se também a competitividade, ao conceder  uma segunda chance a todos os licitantes que foram inabilitados ou que tiveram suas propostas desclassificadas.

Se só houver um licitante e a ele for concedido tal prazo, poderá ficar caracterizada, na verdade, uma restrição à competitividade. Assim, nesse caso, o ideal seria reabrir a licitação e facultar, novamente, a participação de outras empresas capazes de apresentar preços melhores.

(Colaborou Dra. Giorgia Adad, advogada especializada em licitações e contratos administrativos, no escritório AMP Advogados)

Publicado em 07 de agosto de 2014
*Alguns esclarecimentos foram prestados durante a vigência de determinada legislação e podem tornar-se defasados, em virtude de nova legislação que venha a modificar a anterior, utilizada como fundamento da consulta

{fcomment}

Related posts
Outras QuestõesQuestões sobre Licitações

Cadastro prévio para licitações

Para participar das licitações, tenho que cadastrar minha empresa previamente nas…
Read more
ContratosQuestões sobre Licitações

Contrato nas Licitações X Pesquisa de Preço

Em relação ao contrato de prestação de serviços, técnicos, jurídicos, contábeis, etc…
Read more
ContratosQuestões sobre Licitações

Renovação de contrato de locação de imóvel exige pesquisa de mercado.

Sobre renovação de contrato de locação de imóvel para a administração. É preciso fazer uma…
Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *