Notícias

Governo confirma mudanças na licitação da Ponte de Guaratuba

O Governo do Paraná, por meio da Secretaria de Infraestrutura e Logística e do Departamento de Estradas de Rodagem (DER/PR), publicou um novo aviso de Manifestação de Interesse (MI) de empresas para a contratação dos serviços de elaboração de estudos ambientais e do anteprojeto da Ponte de Guaratuba.

Com a nova MI, as empresas que desejam concorrer na licitação têm até as 18h do dia 23 de outubro para manifestar interesse. Elas deverão apresentar ao DER/PR uma relação de trabalhos similares já desenvolvidos.

“Vamos avaliar o portfólio das interessadas e selecionar as oito melhores para montar uma Lista Curta. Na sequência, será publicado o edital para selecionar, entre as empresas dessa lista, qual delas irá elaborar os Estudos de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental, o EIA-RIMA, além do anteprojeto de engenharia”, explica o diretor-geral do DER/PR, Fernando Furiatti.

O aviso da MI e o futuro edital da ponte estão incluídos no Programa Estratégico de Infraestrutura e Logística de Transportes do Paraná, que conta com financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Edital – Podem encaminhar Manifestação de Interesse ao DER/PR empresas ou consórcios nacionais e estrangeiros. Na fase licitatória, a empresa será selecionada para a elaboração dos novos estudos e do anteprojeto de acordo com o método de Seleção Baseado na Qualidade e Custo (SBQC), e conforme os procedimentos indicados nas Políticas para a Seleção e Contratação de Consultores de empreendimentos financiados pelo BID. Todos os documentos sobre essa manifestação de interesse estão disponíveis na página Compras Paraná.

Ação – A publicação do aviso para nova MI é consequência de uma ação judicial movida pelo Ministério Público do Paraná (MPPR), contra a decisão anterior do DER/PR de contratar os estudos ambientais e os projetos básicos e executivos no mesmo certame licitatório. O pedido do MPPR foi atendido em caráter liminar pela Justiça da Comarca de Guaratuba.

“Havíamos publicado os estudos e projeto no mesmo edital, em julho, visando dar maior celeridade ao processo. Entretanto, a decisão da justiça de Guaratuba nos levou a discutir tecnicamente um novo modelo de edital que atendesse os critérios técnicos e nos garantisse maior segurança jurídica. Afinal, o objetivo do DER/PR é a execução dessa importante e histórica obra para o Litoral do Paraná”, explica Furiatti.

Fonte: Correio do Litoral

Related posts
Notícias

Licitação viabiliza estrutura da Rota Bioceânica no lado brasileiro

Paraguai já inaugurou quinta etapa das obras para o empreendimento a ser instalado na…
Read more
Notícias

Sessão Extra: Legislativo retoma licitação milionária para modernizar a TV Câmara

TV Câmara Passada a eleição para vereadores, a Câmara de Taubaté retomou a licitação que…
Read more
Notícias

Audiências públicas sobre novos contratos de pedágio devem começar em janeiro

Faltando praticamente um ano para o fim dos atuais contratos de pedágio do Anel de Integração, em…
Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *