MPE´sQuestões sobre Licitações

MPE´s – Obrigatório nos editais

 É obrigatório admitir em editais de licitação a participação de micro-empresas e empresas de pequeno porte consoante dispõe a Lei Complementar 123/2006? Sei que é obrigatório até o valor de R$80.000,00 e vejo ser uma questão polêmica, posto ainda ser um entendimento não ratificado.

O fato é que, de acordo com o princípio da constitucionalidade das leis, a balizada opinião de Marçal Justen Filho e pelo Acórdão nº 702/2007 –TCU- Plenário, entende-se que esta Administração Pública está obrigada a incluir, em seus instrumentos convocatórios, cláusulas que favoreçam a contratação destas empresas, o que depõe favoravelmente ao tratamento à aplicabilidade do tratamento favorecido e diferenciado às ME e EPP.

Diz respeito à própria constitucionalidade deste tratamento dito favorecido e diferenciado em matéria de contratações públicas, atribuído pela Carta Magna de 1988 (artigos 171, inciso IX, e 179). Não haveria violação ao princípio da isonomia neste tratamento? Muito embora a doutrina se apresente esparsa a respeito do tema, visto ser matéria incipiente, nem mesmo haver solidificada jurisprudência neste sentido…

Por isso gostaria de saber se é obrigatório ou não fazer constar a participação de empresas conforme LC 123/2006.

Se a participação exclusiva das MPEs tiver por base a Lei Complementar, então essa possibilidade será uma FACULDADE da Administração (art. 48. Para o cumprimento do disposto no art. 47 desta Lei Complementar, a administração pública poderá realizar …”) aplicar ou não o benefício, logicamente, a observar o disposto no artigo 49 da mesma Lei.

Se o fato tiver fundamentado no Decreto (federal) nº 6.204/07, então a Administração terá o DEVER de aplicar o benefício da exclusividade de participação, conforme o art. 6º, caput, do decreto: “art. 6º – Os órgãos e entidades contratantes deverão realizar processo licitatório destinado exclusivamente à participação …”. Sendo assim, nas licitações da Administração Federal que se submetem ao referido decreto, as licitações tendem a ser instauradas com a regra da exclusividade; e mais, os R$ 80  mil referem-se a cada item e não ao preço global da licitação.

(Colaborou Ariosto Mila Peixoto, advogado especializado em licitações públicas e contratos administrativos).


* Alguns esclarecimentos foram prestados durante a vigência de determinada legislação e podem tornar-se defasados, em virtude de nova legislação que venha a modificar a anterior, utilizada como fundamento da consulta.

Related posts
Questões sobre LicitaçõesRegistro de Preço

O vencedor é obrigado a assinar a ARP

O licitante que teve a proposta melhor classificada foi inabilitado após a sessão pública do…
Read more
ContratosQuestões sobre Licitações

Documento sem prazo de validade

Na Certidão Simplificada da Junta Comercial não há menção nenhuma ao prazo de validade. Existe…
Read more
HabilitaçãoQuestões sobre Licitações

Contador exercer função de pregoeiro

Uma pessoa contratada para exercer a função de contador poderá também exercer a função de…
Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *