Outras QuestõesQuestões sobre Licitações

Lista de Órgãos Inadimplentes

Há uma relação de Órgãos/Instituições que são maus pagadores?  

Não existe uma “lista negativa” ou uma “relação de órgãos inadimplentes”. Pelo menos, não oficialmente.

No entanto, nessa era de tecnologia e compartilhamento de informações na internet, com uma pesquisa, ainda superficial, é possível colher algum indicativo financeiro do órgão público que sua empresa pretenda fazer negócios.

Mas se o interesse é o aprofundamento da informação, com obtenção de dados mais precisos, já existe no mercado privado empresas que trabalham com o bigdata, ou seja, são grandes volumes de dados obtidos na internet. Esses dados são minerados, classificados, organizados e interpretados, para que seja possível colher o “extrato” da informação que sua empresa precisa.

Há também associações de determinados segmentos da atividade econômica que garantem a seus associados – também baseadas em bigdata – informações relativas ao nível de inadimplência dos órgãos públicos.

________________________________________________________________________________________________

Publicado em 12 de Junho de 2019

(Colaborou Dr. Ariosto Mila Peixoto, advogado especializado em licitações e contratos administrativos, no escritório AMP Advogados).

*Alguns esclarecimentos foram prestados durante a vigência de determinada legislação e podem tornar-se defasados, em virtude de nova legislação que venha a modificar a anterior, utilizada como fundamento da consulta.

Related posts
EditalQuestões sobre Licitações

Edital não fixou prazo de validade da Certidão de Falência

Participei de uma licitação onde no edital não pede validade da CERTIDÃO DE FALÊNCIA E…
Read more
ContratosQuestões sobre Licitações

Cadastro no CAUFESP ainda sob análise

O licitante que tem seu cadastro no CAUFESP com o status “situação: cadastro em análise, ou…
Read more
HabilitaçãoQuestões sobre Licitações

Auxílio Técnico ao Pregoeiro para Julgamento de Atestados

No julgamento da habilitação o pregoeiro pode encaminhar o processo e EXIGIR da área técnica…
Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *