Outras QuestõesQuestões sobre Licitações

Banco de Preços para a área de saúde nas licitações

Quais catálogos e tabelas são legais para utilização de base para aquisição de medicamentos, cirúrgicos e outros? Li algo sobre a revista SIMPRO, ela é válida? E a CMED?


Acessando o site do Ministério da Saúde (http://portalms.saude.gov.br/gestao-do-sus/economia-da-saude/banco-de-precos-em-saude) é possível identificar o BANCO DE PREÇOS EM SAÚDE.

“O Banco de Preços em Saúde é um sistema criado pelo Ministério da Saúde com objetivo de registrar e disponibilizar on line as informações das compras públicas e privadas de medicamentos e produtos para a saúde.

O BPS é gratuito e qualquer cidadão, órgão ou instituição pública ou privada pode acessá-lo para consultar preços de medicamentos e produtos para a saúde.

Criado em 1998, atualmente é gerenciado pela Coordenação Geral de Economia da Saúde (CGES), do Departamento da Economia da Saúde, Investimentos e Desenvolvimento (DESID), da Secretaria Executiva (SE), do Ministério da Saúde”.

Para consultar o BANCO DE PREÇOS EM SAÚDE, acesse http://bps.saude.gov.br/login.jsf.

Publicado em 08 de Abril de 2019

(Colaborou Dr. Ariosto Mila Peixoto, advogado especializado em licitações e contratos administrativos, no escritório AMP Advogados).

*Alguns esclarecimentos foram prestados durante a vigência de determinada legislação e podem tornar-se defasados, em virtude de nova legislação que venha a modificar a anterior, utilizada como fundamento da consulta

Related posts
EditalQuestões sobre Licitações

Edital não fixou prazo de validade da Certidão de Falência

Participei de uma licitação onde no edital não pede validade da CERTIDÃO DE FALÊNCIA E…
Read more
ContratosQuestões sobre Licitações

Cadastro no CAUFESP ainda sob análise

O licitante que tem seu cadastro no CAUFESP com o status “situação: cadastro em análise, ou…
Read more
HabilitaçãoQuestões sobre Licitações

Auxílio Técnico ao Pregoeiro para Julgamento de Atestados

No julgamento da habilitação o pregoeiro pode encaminhar o processo e EXIGIR da área técnica…
Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *