LegislaçãoPortarias

Portaria n° 2.050, de 18 de maio de 1992

No uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art.  1° da Lei nº 8.057, de 29 de junho de 1990, e tendo em vista o disposto no Decreto nº 449 de 17 da fevereiro de 1992

Ministério da Administração Federal e Reforma do Estado 
Secretaria de Recursos Logísticos e Tecnologia da Informação

 

O SECRETÁRIO DA ADMINISTRAÇÃO FEDERAL, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art.  1° da Lei nº 8.057, de 29 de junho de 1990, e tendo em vista o disposto no Decreto nº 449 de 17 da fevereiro de 1992, considerando:

 

a) que a implementação de uma metodologia de catalogação de materiais e serviços permitirá otimizar os processos de aquisição de bens e serviços para o Setor Público, proporcionando avanço tecnológico compatível com uma política organizacional voltada para a implantação e manutenção da prática permanente da qualidade;

b) a necessidade de uniformização de procedimentos, a fim de se obter uma melhor gestão das compras governamentais, através do efetivo acompanhamento e controle dos processos licitatórios;

c) que a potencialidade do consumo proporcionará subsídios para o desenvolvimento de uma política tecnológica-industrial consentânea com os padrões de qualidade e produtividade requeridos pela Administração Pública Federal;

d) que a adoção de linguagem uniformizada na área de administração de Materiais certamente possibilitará a elevação do grau de confiabilidade das informações viabilizando programas de racionalização e controle de estoques, assim como o efetivo intercâmbio entre os órgãos e entidades governamentais, resolve:

Art. 1º Ficam instituídas a Matriz de Classificação de Materiais (Anexos I e II) e a Matriz de Classificação de Serviços ( Anexo III), de conformidade com o Programa Brasileiro de Qualidade e Produtividade – PBQP, com o objetivo de estabelecer padrão para Catalogação de Materiais e Serviços nos órgãos e entidades da Administração Pública Federal direta autárquica e fundacional integrantes do Sistema de Serviços Gerais – SISG.

Parágrafo único. Os órgãos e entidades controlados direta ou indiretamente pela União, não integrantes do Sistema de Serviços Gerais, aplicarão, no que couber, as normas constantes desta Portaria.

Art. 2º Os Padrões Descritivos de Materiais – PDM deverão, quando da sua elaboração, guardar estreita relação com a linguagem comercial predominante, a fim de viabilizar o acompanhamento sistemático das linhas de produtos, a nível nacional.

Art. 3º As matrizes de que trata esta Portaria servirão de base para o desenvolvimento do Catálogo Unificado de Materiais e Serviços, do Sistema de Cadastramento Unificado de Fornecedores – SICAF e do Sistema Integrado de Registro de Preços – SIREP, visando assegurar maior consistência aos dados e garantir a confiabilidade e qualidade das informações.

Art. 4º As propostas de inclusões de materiais e serviços serão elaboradas na conformidade do modelo descrito no anexo IV adotando-se as Relações de Linhas de Fornecimento (Anexos V e VI).

Art. 5º As alterações que se impuseram, bem assim as dúvidas porventura existentes serão processadas e dirimidas pela Secretaria da Administração Federal do Ministério do Trabalho e da Administração.

Art. 6° Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições, em contrário.

 

CARLOS MOREIRA GARCIA

D.O.U. 21/05/92

Related posts
LegislaçãoLeis

LEI Nº 14.217, DE 13 DE OUTUBRO DE 2021

Dispõe sobre medidas excepcionais para a aquisição de bens e de insumos e para a contratação de…
Read more
EditalLegislaçãoQuestões sobre Licitações

Subcontratação total ou parcial nos editais

AZEVEDOMOTA Em alguns editais eles já informam na Minuta Contratual que não permitem…
Read more
Especial: Nova Lei de LicitaçõesLegislaçãoLeis

LEI Nº 14.133, DE 1º DE ABRIL DE 2021

Lei de Licitações e Contratos Administrativos. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o…
Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *