Notícias

Promotores acionam STF contra dispensa de licitação para advogados

A Conamp, que reúne promotores estaduais, pediu ao Supremo para derrubar a lei aprovada pelo Congresso que permite a órgãos públicos contratar advogados e contadores sem licitação.

Aprovado no fim do ano passado, o projeto lei chegou a ser vetado em janeiro por Jair Bolsonaro, mas os parlamentares derrubaram o veto em agosto, restabelecendo a dispensa.

Na ação apresentada ao STF, os promotores dizem que não faz sentido o argumento de que advogados e contadores prestam serviços “técnicos e singulares”, o que justificaria a livre escolha dos profissionais, sem concorrência, pelos gestores públicos.

A associação afirmou que órgãos públicos já contam com procuradorias para a defesa dos atos oficiais e que nova lei serve apenas para “direcionamento inconstitucional, ilegal e imoral a interesses particulares”.

“O administrador não deve contratar tão somente o profissional ou empresa que goza de sua confiança; a contratação deve se dar unicamente com a utilização de critérios técnicos e objetivos, previamente expressos na lei e no edital da licitação”, diz a ação.

Foi sorteado como relator o ministro Edson Fachin.

Fonte: O Antagonista

Related posts
Notícias

Governo finaliza licitação para obra de R$ 24 milhões na MS-423

Obra vai passar pela estrada Taquari, em uma extensão de 54 km, na cidade de Corumbá O governo…
Read more
Notícias

PF apreende R$ 123 mil ao apurar fraude em licitação que contratou alimentação hospitalar no AP

Operação foi deflagrada na manhã desta terça-feira (20), em Macapá. Pouco mais de R$ 123,1 mil…
Read more
Notícias

Majeski pede suspensão de licitação milionária na Assembleia Legislativa

Deputado defende que só os serviços importantes para o cidadão devem ser priorizados. Contrato de…
Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *