Notícias

“Para fiscalizar o poder público”, parlamentar propõe que licitações sejam transmitidas ao vivo

O deputado estadual Alysson Lima (PRB-GO) apresentou nesta quinta-feira (18/07) um projeto de lei, que prevê que as licitações dos poderes Executivo e Legislativo sejam transmitidas ao vivo e via internet. O parlamentar pretende fazer com que o cidadão se aproxime mais dos processos licitatórios com o objetivo de “fiscalizar o poder público”

De acordo com a proposta, o membro da comissão de licitação ou o pregoeiro deverá informar inicialmente sobre qual processo licitatório está tratando, declarando, ao menos, as seguintes informações: número do edital de licitação; modalidade de licitação; regime de execução; órgão solicitante; e objeto da licitação.

Na justificativa da matéria, o parlamentar ressalta que o direito de acompanhar as sessões públicas de licitação raramente é exercido já que só pode ser feito de modo presencial. “O cidadão que pretende acompanhar as sessões de licitação para fiscalizar o poder público deve ter disponibilidade de tempo exatamente naquele horário reservado aquela licitação, proceder com o deslocamento até local que será realizado o ato e, igualmente, revelar sua identidade, o que pode gerar alguma forma de constrangimento, quiçá retaliação”, pontua.

O projeto será apreciado pelos membros da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) da Assembleia Legislativa.

(Fonte: Diário de Goiás)

Related posts
Notícias

A influência da Lei 13.655/2018 na revogação de licitações

A licitação preordena-se a distintas finalidades. Um de seus objetivos[1] clássicos é alcançar…
Read more
Notícias

Prefeitura abre licitação de R$ 3 milhões para iluminação de avenidas em Alta Floresta

A prefeitura de Alta Floresta abriu procedimento licitatório para contratar a empresa que vai…
Read more
Notícias

MP cumpre mandados de busca e apreensão por fraudes em licitação em Limoeiro

Quatro empresas são alvo da investigação que está em fase inicial. Os contratos são na área de…
Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *