Notícias

Eletrosul e banco alemão assinam contrato que permitirá geração de energia solar no País

A concretização do projeto batizado como “Megawatt Solar”, que será a primeira usina de grande porte no Brasil integrada a uma edificação que captará a luz do sol e a transformará em energia elétrica.

 

 

Nesta quarta-feira (30), o presidente da Eletrosul, Eurides Mescolotto, e o diretor de Gestão Administrativa e Financeira, Antonio Waldir Vituri, assinaram um contrato de financiamento a fundo perdido (sem a exigência de reembolso) com o banco Alemão KfW, no valor de 2,8 milhões de euros. O contrato marca a concretização do projeto batizado como “Megawatt Solar”, que será a primeira usina de grande porte no Brasil integrada a uma edificação que captará a luz do sol e a transformará em energia elétrica.

Com a iniciativa, a Eletrosul será a primeira a comercializar este tipo de energia no País, servindo de modelo para os empresários que querem transformar os estádios da Copa de 2014 em geradores e até revendedores de energia solar.

 

O valor captado pela empresa junto ao banco alemão representa 65% do custo total do projeto, orçado em R$ 10,5 milhões. O “Megawatt Solar” será instalado na cobertura do edifício-sede da Eletrosul e estacionamentos, no bairro Pantanal, em Florianópolis (SC), em uma área de aproximadamente dez mil metros quadrados, onde será implantado o sistema que transforma energia solar em energia elétrica por meio de placas fotovoltaicas.

 

O projeto surgiu de uma parceria entre a Eletrosul, Eletrobras, Universidade Federal de Santa Catarina, Instituto Ideal, o banco de fomento alemão KfW e a agência alemã de cooperação técnica GIZ.

 

A assinatura do contrato foi realizada na sede do banco alemão, em Berlim, na Alemanha, com a presença do diretor geral do KfW, Helmut Gauges, o diretor para a America Latina e Caribe, Rüdiger Hartmann, e representantes do Ministério do Meio Ambiente Alemão.  Segundo a Eletrosul, a usina de aproximadamente um megawatt-pico é um projeto inovador, não só por ser o primeiro prédio público brasileiro a usar o conceito BIPV (sigla inglesa para o sistema fotovoltaico integrado à edificação) de produção de energia elétrica de fonte solar em larga escala, mas também porque a empresa irá comercializar a energia produzida em pequenos lotes para venda no mercado livre. “Será criado um selo verde solar para as empresas que comprarem essa energia, evidenciando o compromisso com a sustentabilidade”, destaca Mescolotto.

Como parte do processo de implantação da usina solar, estima-se que dentro de um mês será lançada licitação para contratação de fornecimento dos componentes e instalação da usina. A Eletrosul deve iniciar a operação até o final deste ano, e a previsão é de que seja gerado, em média, 1,2 GWh/ano, o que equivale ao consumo anual de cerca de 570 residências. O projeto tem um prazo de sete meses para a implantação a partir da assinatura do contrato da licitação.

Complexo eólico
A Eletrosul anunciou também nesta quarta-feira que se prepara para finalizar a montagem da primeira das 45 torres que formarão o complexo Eólico Cerro Chato, no Rio Grande do Sul. O início do funcionamento da usina, previsto para a primeira quinzena de abril, marcará o retorno da Eletrosul à área de geração de energia, depois da privatização da empresa em 1998.  “O primeiro megawatt de energia gerado pela Eletrosul desde seu desmonte será de energia limpa, através da Cerro Chato. Até o final do ano, estaremos inaugurando a primeira usina de grande porte do Brasil que transformará a energia solar em elétrica. Este é um ano histórico para a Eletrosul que se consolida como referência na concretização de projetos pioneiros e autossustentáveis. Vamos garantir a segurança energética do País, garantindo o futuro do nosso planeta com o uso de energia limpa”, afirmou o presidente da empresa.

(Fonte: Eletrosul)

Related posts
Notícias

Licitação é suspensa após exigir somente pneus brasileiros para frota de município

Decisão foi tomada pelo TCE-MS após denúncia Pregão presencial n.º 17/2020 feito pela…
Read more
Notícias

Licitação para pavimentação e drenagem do Setor 12 está na fase final

Obra compreende a pavimentação em blocos pré-moldados de concreto em uma área de 5.871,08 metros…
Read more
Notícias

Covid-19: GDF publica dispensa de licitação para hospital no Mané

Secretaria de Saúde vai contratar empresa da construção civil para levantar hospital de campanha…
Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *