Notícias

Secretaria de Licitações conclui processos para volta às aulas, gerando economia de mais de R$ 40 milhões

Na próxima semana, os estudantes da rede estadual de ensino do Acre voltam às aulas presenciais, de forma gradual e seguindo todas as orientações sanitárias. Para que isso pudesse acontecer, muitos órgãos estaduais uniram esforços à Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esportes (SEE), entre eles a Secretaria Adjunta de Licitações (Selic), que integra a estrutura organizacional da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag).

Por meio de processos licitatórios, a Selic viabilizou o investimento de mais de R$ 107 milhões para aquisição de gêneros alimentícios que compõem a merenda escolar, para contratação de monitores e motoristas para os transportes escolares, para segurança do patrimônio das escolas e para o Núcleo de Saúde Escolar. Os investimentos se referem apenas aos processos já finalizados, mas ainda há outros em andamento, que ultrapassam a marca dos R$ 156 milhões.

Com vistas a garantir que os processos pudessem tramitar em tempo hábil e sem nenhuma intercorrência, já que era necessário atender o calendário escolar, o titular da Selic, Epitácio Neto, reuniu-se com o auditor fiscal de Controle Externo do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Roney Caldera. Com as instruções do TCE, a Comissão Permanente de Licitação, responsável pelos processos da Educação, trabalhou em caráter especial e ritmo acelerado, para atender todas as necessidades do Estado e garantir o sucesso na retomada das aulas presencias em todo o Acre.

Economia
Diante da crise financeira enfrentada em todo o país, além de garantir a celeridade e lisura dos processos, a Selic atuou de forma a atender as demandas e promover economia. Somente nos processos já finalizados para a retomada das aulas, a pasta responsável pelas licitações conseguiu poupar mais de R$ 43 milhões aos cofres públicos, entre os valores inicialmente estimados e aqueles obtidos após os lances.

“Estamos fazendo mais com menos. Essa é uma orientação do governador Gladson Cameli, para que nós possamos atender tudo aquilo que for necessidade dos acreanos, sem comprometer a qualidade do que está sendo adquirido, mas sempre buscando alternativas para economizar. Nesse caso, o recurso que foi economizado poderá ser utilizado para outras ações da Educação”, esclareceu Epitácio.

(Fonte: Agencia AC)

Related posts
Notícias

Contratação de empresa para prestação de serviços no IPE Prev e IPE Saúde está entre os destaques da Agenda Celic

A sessão de abertura das propostas será na sexta-feira, dia 29 de outubro, às 9h30min A…
Read more
Notícias

Famup destaca que Lei de Improbidade Administrativa corrige injustiças com gestores públicos

Advogado diz que nova lei é um avanço pois melhora as disposições sobre atos ímprobos A Lei…
Read more
Notícias

Câmara de São Mateus abre processo de impeachment contra prefeito que foi preso

Daniel da Açaí, que está afastado do cargo por decisão da Justiça Federal, enfrentará processo…
Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *