Questões sobre LicitaçõesRegistro de Preço

Participação e Adesão de Estatal em ARP da Administração Direta

SENDO A EMPRESA PÚBLICA SUBORDINADA A LEI 13.303/2016, PODE SER PARTICIPANTE em edital de Registro de Preços instaurado por ÓRGÃO DA ADMINISTRAÇÃO DIRETA, SOB A ÉGIDE DA LEI 8.666/93?

Se levarmos em consideração que a regulamentação (decreto) de “registro de preços” (federal, estadual ou municipal) será obedecida tanto nas licitações promovidas pela Administração Direta (art. 15, § 3º, da Lei 8.666/93; e art. 11 da Lei 10.520/02), quanto pela estatais (art. 66 da Lei 13.303/16); entendo que a estatal (pertencente à Administração Indireta) poderá integrar – na condição de “órgão participante” –  o Edital de Registro de Preços promovido pela Administração Direta.

PODERÁ AINDA, ADERIR A ATAS DE ÓRGÃO DA ADMINISTRAÇÃO DIRETA? 

Se considerarmos apenas o Decreto federal nº 7.892/13 (uma vez que Estados e Municípios poderão regulamentar de modo diferente), o artigo 1º dispõe que:

Art. 1º As contratações de serviços e a aquisição de bens, quando efetuadas pelo Sistema de Registro de Preços – SRP, no âmbito da administração pública federal direta, autárquica e fundacional, fundos especiais, empresas públicas, sociedades de economia mista e demais entidades controladas, direta ou indiretamente pela União, obedecerão ao disposto neste Decreto. (g.n.)

Observe que o dispositivo legal é claro ao incluir sob a regulamentação do Decreto federal, não só a Administração Direta, como a Indireta, mediante indicação expressa de empresas públicas e sociedades de economia mista.

Portanto, entendo que sim, é possível uma empresa estatal aderir a Ata de RP instituída por órgão público pertencente à Administração Direta.

OU VICE-VERSA, ÓRGÃOS DA ADMINISTRAÇÃO DIRETA, PODERÃO SER PARTICIPANTES DE LICITAÇÃO OU ADERIREM A ATAS DE EMPRESA PÚBLICA? 

Embora não seja comum, não vejo impeditivo legal algum, sobretudo se basearmos a análise na resposta à pergunta anterior.

____________________________________________________________________________

Publicado em 25 de Outubro de 2019

(Colaborou Dr. Ariosto Mila Peixoto, advogado especializado em licitações e contratos administrativos, no escritório AMP Advogados).

*Alguns esclarecimentos foram prestados durante a vigência de determinada legislação e podem tornar-se defasados, em virtude de nova legislação que venha a modificar a anterior, utilizada como fundamento da consulta.

Related posts
Questões sobre Licitações

Em um pregão onde o preço do produto é R$10,00 e o fornecedor quer vender dando um desconto para o município a R$ 8,00. Nesse caso será preciso fazer uma alteração contratual ou existe entendimento para que a nota fique diferente do empenho?

Embora o preço mais vantajoso obtido pela Administração tenha sido o de R$ 10,00, é possível…
Read more
Questões sobre Licitações

Posso usar consultas da internet para terceiro preço, qual lei que ampara? Tenho que ter os dados da empresa completo. Isso é para produto e serviço?

Segundo a Instrução Normativa nº 73/2020 [1] do Ministério da Economia, que dispõe sobre o…
Read more
Questões sobre Licitações

Uma Associação criada pelo Lucro Presumido pode participar de licitações públicas? Ela entraria como terceiro setor?

Para que uma associação seja enquadrada no Terceiro Setor, ela deve atender ao pressuposto da…
Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *