Notícias

Vereador e empresário são presos em operação do Gaeco que investiga crimes em licitações públicas de Ervália

Um vereador em exercício de Ervália e um empresário foram presos na manhã desta terça-feira (14) durante uma ação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPMG).

Desde o início da manhã, foram cumpridos mandados de prisão temporária e de busca e apreensão também nas cidades de Viçosa e Araponga para apurar crimes em licitações públicas no município de Ervália.

A operação, chamada “Marcos 4:22”, contou com o apoio da Promotoria de Justiça Única da Comarca de Ervália, com a Polícia Militar (PM) e com a Polícia Civil do Estado de Minas Gerais (PCMG).

Foram cumpridos 2 mandados de prisão temporária e 6 mandados de busca e apreensão nos municípios de Ervália, Viçosa e Araponga.

Segundo o Gaeco, as apurações apontam indícios de participação de empresários e agentes políticos na prática de crimes como associação criminosa, peculato, fraude à licitação e lavagem de dinheiro.

O prejuízo aos cofres públicos foi calculado em R$ 2.102.345,91.

Durante as buscas foram apreendidos computadores, aparelhos celulares e diversos documentos de interesse criminalístico, envolvendo processos de licitações entre a empresa investigada e a Prefeitura de Ervália.

O G1 solicitou nota com posicionamento da Prefeitura e da Câmara Municipal da cidade, mas não houve retorno até a última atualização desta matéria.

Related posts
Notícias

Licitação é concluída e Parque de Exposição Sen. Jonas Pinheiro receberá mais de R$ 21,9 milhões em investimentos

Conforme a publicação na Gazeta Municipal, o vencedor da concorrência pública nº 006/2021 foi o…
Read more
Notícias

Prefeitura abre 11 licitações que somam mais de R$ 7 milhões

Só em um dos editais, são aproximadamente R$ 3,2 milhões. Programa Compra Londrina ajuda…
Read more
Notícias

Após quase 1 ano, secretário de Educação põe fim à licitação da merenda; gasto não tem transparência

Edital 615 é suspenso sem conclusão; Pasta divulga parcialmente dinheiro para alimentação…
Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *