Notícias

Solução viária em Belo Horizonte ainda é mistério

Licitação para as obras do terminal do São Gabriel foi publicada ontem.

 

 

Foi aberto ontem o processo de licitação para a administração e execução das obras do novo Terminal Rodoviário de Belo Horizonte, que será construído no bairro São Gabriel, na região Nordeste da capital. Ele substituirá a atual rodoviária, localizada no centro da cidade.

 

O projeto arquitetônico, que inclui a construção de shopping, hotel e supermercado, já está pronto – o investimento total é avaliado em R$ 150 milhões. Falta, entretanto, a conclusão do projeto viário do entorno do terminal, essencial para a viabilidade da execução do empreendimento.

 

Segundo o engenheiro civil Silvestre de Andrade Puty Filho, mestre na área de transportes e um dos responsáveis pela execução do projeto viário, o estudo do fluxo de trânsito da região ainda está sendo realizado. Um dos empecilhos para a conclusão seria a suspensão do edital da revitalização do Anel Rodoviário pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), em agosto deste ano.

“O projeto viário ainda está em fase de execução. Pelo fato de o empreendimento beirar o Anel, temos que compatibilizar o estudo com a obra na via, o que ainda não pôde ser feito por causa do adiamento do edital”, afirmou.

Por meio de sua assessoria de imprensa, o Dnit informou que não há previsão para a publicação do novo edital para obras no Anel.

 

Enquanto isso, segundo Filho, o sistema de circulação de veículos está sendo analisado em outros trechos viários, como avenida Cristiano Machado, Via 240 e rua Jacuí, outras vias de acesso à nova rodoviária.

 

O diretor de planejamento da Empresa de Transporte e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans), Célio Freitas, informou que o estudo está sendo baseado em uma simulação, feita com a projeção do movimento de tráfego no ano de 2030.

“Todo o sistema de circulação nos arredores da rodoviária no São Gabriel está sendo pensado em médio prazo. O que pudemos constatar até agora é que essa projeção mostra um fluxo confortável na região nos próximos 20 anos”, disse.

Freitas destacou também que o trecho da rua Jacuí próximo ao novo empreendimento vai sofrer intervenções de melhoria. “A rodoviária vai ficar praticamente assentada sobre a rua Jacuí. Essa rua vai ser ampliada, melhorada, e, no trecho próximo à rodoviária, ter pista dupla. Seu traçado também vai sofrer alterações. A intenção é que ela passe a margear o Anel Rodoviário”, explicou.

Gestão pode se estender por 50 anos

Além da permissão para executar a obra da nova rodoviária, o edital também determina a concessão para a gestão, manutenção e operação do serviço de embarque e desembarque de passageiros de viagens internacionais, interestaduais e intermunicipais (exceto metropolitanas) do transporte rodoviário. O período da concessão é de 25 anos e pode ser até dobrado por meio de prorrogação. O edital e seus anexos estão disponíveis no site www.bhtrans.pbh.gov.br . (CCo)

Centro

 

Aproveitamento. Após a inauguração do terminal no bairro São Gabriel, a atual rodoviária, no centro de Belo Horizonte, será utilizada para o embarque e desembarque de ônibus metropolitanos, além da viação Conexão Aeroporto de Confins.

(Fonte: O tempo online)

Related posts
Notícias

Telebras beneficiada em contrato sem licitação de R$ 43 mi

O Ministério das Comunicações contrata R$ 43,2 milhões (R$ 43.287.661,80) sem licitação em…
Read more
Notícias

Governo do TO abre licitação para alugar jatinhos e helicóptero por quase R$ 33 milhões e auditores pedem anulação

O Governo do Tocantins está com uma licitação aberta para o aluguel de dois jatinhos e um…
Read more
Notícias

Araçariguama (SP) lança licitação do transporte coletivo

A Prefeitura de Araçariguama, interior de São Paulo, lançou aviso de licitação para o…
Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *