Notícias

Prefeitura diz que apenas 80 ônibus executivos vão circular em Manaus

Edital para transporte executivo deve ser lançado ainda esta semana. 80 ônibus executivos vão circular nas ruas de Manaus

A Prefeitura Municipal de Manaus (PMM) reduzirá de 260 para 80 o número de ônibus executivos que operam nas ruas de Manaus. A informação foi confirmada, na manhã desta segunda-feira (26), pela Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU).

Inicialmente, a previsão era para 50 vagas. O edital para realização de processo licitatório visando a organização do transporte Executivo estará disponível ainda nesta semana no Diário Oficial do Município (DOM).

Segundo o presidente da SMTU, as empresas ou cooperativas serão divididos em seis lotes de duas linhas cada. “A empresa vencedora vai operar duas linhas, que podem variar de cinco a oito carros”, disse.

Cavalcante explicou que o número de executivos foi ampliado de 50 para 80 para contemplar bairros com infraestrutura urbana e viabilidade econômica e que não comprometem o sistema de operação convencional. De acordo com a assessoria da PMM, a quantidade segue a recomendação da empresa de consultoria contratada pela Prefeitura, autora da pesquisa sobre o sistema de transporte urbano na capital. As linhas passarão em bairros considerados de classe média como Dom Pedro, Hiléia, Vieiralves, Parque 10 e Santos Dumond.

“O edital não previu novas linhas, mas deixou em aberto caso a demanda futura exija novas linhas, essas deverão ser licitadas novamente”, disse ao G1.

De acordo com a SMTU, as linhas da Zona Leste e Norte foram retiradas de circulação já que não possuem viabilidade econômica, uma vez que essas localidades receberam, nos últimos meses, pelo menos 16 ônibus articulados além de novos ônibus no sistema tradicional de transporte coletivo.

O presidente da Federação das Cooperativas de Transporte do Amazonas (Fecootran), Equias Sobrinho, disse que a categoria não aceitará a redução proposta. “Atualmente, circulam na cidade 260 executivos. A queda para 80 significa não só problemas para a população quanto para os trabalhadores que atual no transporte alternativo”, disse.

Ele afirmou ainda que após a publicação da licitação, as cooperativas vão procurar todos os recursos para impugnar a ação. Ainda segundo ele, a prefeitura deu autorização para os ônibus executivos atuarem na cidade, e com essa medida a prefeitura estará entrando em contradição.

“Com essa situação quem perde é o trabalhador. A SMTU alega que aumentou o número de ônibus convencional, mas nas paradas a população continua esperando por horas e os ônibus continuam lotados”, disse.

(Fonte: G1)

 

Related posts
Notícias

Cohavel abre licitação para fornecimento de alimentação

Está aberto o pregão para contratação de empresa especializada no fornecimento de marmitas e…
Read more
Notícias

Toledo abre licitação para execução de pavimentação no distrito de Vila Ipiranga; Valor poderá ser de R$ 283.670,37

A Prefeitura Municipal de Toledo emitiu um aviso de abertura de licitação, que desta vez visa a…
Read more
Notícias

Duas empresas registram preços em licitação da Cohavel que visa compra de materiais elétricos

A Cohavel publicou em Diário Oficial a ata do registro de preços referentes ao pregão eletrônico…
Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *