Notícias

Licitação de R$ 1,4 milhão é suspensa pelo Tribunal de Contas em Bonito

Orçada inicialmente em R$ 1,4 milhão, a licitação para selecionar a agência de publicidade a prestar serviço para a prefeitura de Bonito – cidade localizada a 257 km de Campo Grande – foi suspensa pelo TCE-MS (Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul) após falhas no processo serem identificadas.

Relatado pelo conselheiro Ronaldo Chadid, a liminar aponta irregularidades no edital do certame, apontando problemas como a exigência de inscrição dos licitantes em sindicato ou associação como exigência para habilitação na licitação.

Outra questão apontada como irregular e que motivou a suspensão do pleito foi a ausência de justificativa técnica para os pesos atribuídos aos índices técnico e de preço, na variável 70%/30%. Irregularidades no processo de escolha dos membros da subcomissão técnica também foram indicadas pelo TCE.

“A despeito das justificativas trazidas aos autos pelo gestor, vislumbra-se que a sua realização foi eivada de irregularidades”, frisa em trecho da decisão o conselheiro Ronaldo Chadid, determinando em seguida a suspensão do processo, correção das irregularidades e abertura de novo prazo para as empresas participantes.

Além disso, foi dado cinco dias úteis para que sejam comprovadas as providências tomadas pela prefeitura de Bonito quanto às situações citadas. Se o mesmo não ocorrer, está previsto multa de R$ 4.190.

(Fonte: Campo Grande News)

Related posts
Notícias

Tribunal de Contas suspende licitação da Novacap para manutenção de asfalto em ruas do DF; suspeita é de sobrepreço

Relatório apontou que caixas de boca de lobo, usadas nas obras, apresentaram preço 74,54% superior…
Read more
Notícias

Licitação da Novacap para manutenção é suspensa por causa de sobrepreço

Segundo corpo técnico do tribunal, valore apresentados ultrapassam 74% do previsto na tabela…
Read more
Notícias

Prefeitura de Piracicaba suspende abertura de licitação do transporte público

Administração diz que houve questionamentos técnicos por parte de duas empresas. A Prefeitura de…
Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *