Notícias

Justiça manda bloquear R$ 6,4 milhões em bens de prefeito de Iporã, ex-secretário municipal e outros 33 réus

A Justiça mandou bloquear R$ 6,4 milhões em bens de Roberto da Silva (PSDB), prefeito de Iporã, no noroeste do estado, de um ex-secretário municipal de Compras e Licitações, além de outros 33 réus.

O grupo é acusado por fraude em licitações, corrupção passiva, falsidade ideológica, peculato e lavagem de dinheiro, em uma ação da Operação Cleptocracia, que afastou Silva do cargo, em outubro de 2019.

Investigado por corrupção, prefeito de Iporã é afastado do cargo por determinação da Justiça
Na operação, agentes do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) cumpriram mandados de prisão e de busca e apreensão na cidade.

Segundo a denúncia do Ministério Público do Paraná (MP-PR), pela Promotoria de Justiça de Iporã, o grupo era liderado pelo prefeito afastado e contava com a participação de agentes públicos e parentes do gestor.

A ação em que foi determinado o bloqueio de bens, segundo o MP-PR, apura fraudes em uma licitação feita para a construção de um abatedouro de frangos para o município. Segundo os promotores, o processo licitatório foi homologado mas nunca existiu.

Entre os réus que tiveram bens bloqueados, além do prefeito e do ex-secretário, estão empresários e empresas investigadas.

O G1 aguarda retorno da Prefeitura de Iporã e tenta contato com Roberto da Silva e as defesas dos outros réus.

Fonte: G1

Related posts
Notícias

Nova concessão do transporte deve iniciar operação até março de 2022, diz Felicio

Os dois lotes do sistema devem ser operados pelo Grupo Itapemirim; ideia do prefeito é que Linha…
Read more
Notícias

Nova concessão do transporte deve iniciar operação até março de 2022, diz Felicio

A Polícia Federal realizou ontem (21) uma operação para combater fraudes em licitações e…
Read more
Notícias

Cuiabá investirá mais de R$ 193 milhões em melhoria do sistema viário nos próximos dois anos

O processo licitatório nº 044/2021 está em andamento e deve ser finalizado ainda este ano Além…
Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *