Notícias

Governo proíbe licitações individuais em 34 hospitais e adota compra coletiva

A partir deste mês, o governo do estado adota um novo procedimento de compras para os 34 hospitais públicos estaduais.

O governo quer controlar os gastos das unidades hospitalares e determina a compra coletiva para todos os hospitais do estado.

A primeira compra já está em andamento e será para medicamentos de UTIs.

Antes da nova medida, cada hospital fazia seu processo de licitação de forma individualizada e agora será feita uma compra única.

“A  compra centralizada resulta em um menor custo e melhor qualidade do gasto público. Essa redução de gasto acontece em virtude da padronização dos itens e de compra em grande escala podendo assim reduzir o custo unitário de cada item”, disse Florentino Neto, secretário estadual de Saúde.

Já adotam a compra centralizada os estados do Ceará, Maranhão, Goiás, Distrito Federal e São Paulo.

O secretário Florentino Neto afirmou que é uma decisão de governo e que vai reduzir em 20% os gastos na área da saúde.

“Resolvemos implantar o novo sistema após estudos e observar que a maioria dos estados já adota”, afirmou.

O novo modelo, vale para as compras de medicamentos, material médico hospitalar, insumos, gêneros alimentícios e materiais de limpeza utilizados nas unidades hospitalares.

“Visa também que a gente tenha uma previsão orçamentária mais adequada aos gastos da saúde, visando que os próximos anos se evite suplementação do orçamento”.

(Fonte: Cidade Verde)

Related posts
Notícias

TCE-SP suspende licitação de 2 das 5 creches do pacote de obras da Prefeitura de Campinas

O TCE-SP (Tribunal de Contas de São Paulo) suspendeu a licitação de duas das cinco licitações…
Read more
Notícias

Coleta do lixo: consórcio pede R$ 31 milhões a menos do que Prefeitura esperava pagar

Pregão eletrônico foi fechado com proposta de consórcio de empresas representando 40% menos do…
Read more
Notícias

SERVIDORES PARTICIPAM DE CAPACITAÇÃO ON-LINE SOBRE NOVA LEI DE LICITAÇÕES

Curso foi oferecido gratuitamente pelo Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas…
Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *