Notícias

BH: Reforma do Anel só começa em junho de 2012, revela Dnit

De acordo com o novo cronograma, as obras só serão concluídas em 2015, após a Copa do Mundo.

O pedido de socorro para o Anel Rodoviário de Belo Horizonte vai demorar pelo menos 540 dias para ser atendido. Os usuários que passam pela rodovia só irão se deparar com o início das obras de revitalização a partir de junho de 2012. E o término das obras está previsto apenas para 2015, após a Copa do Mundo. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) informou que um novo projeto de engenharia, com custo estimado em R$ 5 milhões, deverá ser contratado ainda neste ano para substituir o anterior.

Esse é o cronograma que deve ser oficialmente apresentado pelo Dnit durante esta semana, em resposta a um pedido do Ministério Público Federal (MPF), que cobrou do órgão informações sobre o andamento do processo. O prazo solicitado pelo Dnit para a entrega do projeto é de dez meses.

O órgão resolveu recomeçar o processo do zero após anular, em agosto, o edital de revitalização da rodovia, aberto em março. Mas além do desperdício de recursos, a burocracia da licitação pública pode atrasar ainda mais as obras. A previsão de início das intervenções no Anel em meados de 2012 só deve se concretizar se todos os prazos legais – como os 30 dias necessários para a abertura da licitação e outros 90 dias para a contratação do projeto – não sofrerem atrasos ou embargos.

A lógica é a mesma após a entrega do projeto, que, segundo o Dnit, deve ocorrer em fevereiro de 2012. Durante a concorrência para a execução de uma obra de quase R$ 1 bilhão, as batalhas judiciais costumam colocar ainda mais freios no planejamento.

Cancelamento. A suspensão do edital, em agosto, aconteceu após o Tribunal de Contas da União (TCU) apontar irregularidades e superfaturamento no projeto antigo. Em 2006, a Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg) investiu R$ 2,5 milhões no plano. O projeto foi cedido para a Prefeitura de Belo Horizonte e era utilizado pelo Dnit como base para a contratação das obras.

 

Por: FLÁVIA MARTINS Y MIGUEL

(Fonte: O tempo online)

Related posts
Notícias

Cautelar suspende licitação para contratar serviços de TI em Serranópolis do Iguaçu

A falta de exigência, em edital, de apresentação de atestado de capacidade técnica por parte de…
Read more
Notícias

Procuradoria-Geral do Estado coordena GTI que implantará a nova Lei de Licitações em MS

Discutir as estratégias de alinhamento para a implantação da nova Lei de Licitações e Contratos…
Read more
Notícias

LICITAÇÃO SOBRE EMPRESA RESPONSÁVEL POR ENTREGA DA ETE SAI EM SETEMBRO

A prefeitura vai lançar em setembro, o edital de licitação para a contratação da construtora…
Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *