Notícias

Aberta licitação para construção de unidades de saúde em Dourados

Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul) abriu licitação para a construção de duas unidades de saúde que funcionarão em Dourados, o Centro de Diagnóstico Regional e o Centro de Especialidades Médicas.

As propostas poderão ser enviadas a partir do dia 15 de julho. Parte do valor das obras, R$ 6.890.081, será custeada pelo Ministério da Saúde, o restante será do governo Estadual, R$ 7.184.631,74. O investimento total é de R$ 14 milhões.

A previsão é que os novos centros funcionem agrupados ao futuro Hospital Regional de Dourados, que teve investimento de mais de R$ 38,4 milhões, e pode ficar pronto em novembro deste ano.

O Hospital atenderá toda a macrorregião de Dourados, composto por 33 municípios, população estimada em cerca de um milhão de habitantes.

O Centro de Diagnóstico será composto por aparelhos e equipamentos de última geração, e será capaz de fazer de simples exames de hemograma até uma ressonância magnética nuclear.

Será possível ter acesso a exames de tomografia computadorizada, ressonância nuclear magnética, ultrassonografia, endoscopia e colonoscopia, Raios-X digital, dopplervelocimetria, laboratório de análises clínicas, teste ergométrico, holter 24 horas, eletroencefalograma, eletrocardiograma, densitometria óssea, entre outros.

“Quando ficar pronto, os pacientes do SUS de toda a região não precisarão mais enfrentar longas filas de espera para marcação de exames diagnósticos”, disse o secretario Estadual de Saúde, Geraldo Resende.

Já Centro de Especialidades Médicas atuará como uma unidade de perfil ambulatorial e de diagnóstico, de caráter regionalizado.

A unidade terá espaços para as consultas especializadas, diagnóstico e salas, como sala de espera, recepção, banheiros, apoio administrativo, consultórios, procedimentos ambulatoriais, sala de endoscopia, de ultrassom, vestiário, expurgo, guarda de equipamentos, arquivo, almoxarifado, entre outras.

“Os resultados esperados com esta obra são a diminuição da espera por consultas especializadas, assim proporcionando maior agilidade na definição da conduta médica, com indicação de tratamentos clínicos e cirúrgicos e oferecer retaguarda clínica especializada e de diagnóstico para o Hospital Regional de Dourados”, conclui o secretário.

(Fonte: Correio do Estado)

Related posts
Notícias

A nova lei de licitações e a vedação à prévia habilitação fiscal

A nova lei de licitações consagrou a fórmula da habilitação como fase posterior ao…
Read more
Notícias

Empresa apresenta impugnação à licitação da iluminação da Via Rápida

A Cepenge Engenharia Ltda., sediada em Florianópolis, apresentou impugnação ao edital de…
Read more
Notícias

Ex-prefeita é investigada por direcionar licitação a empresa de aliados políticos nomeados por ela

Nilza Ramos Ferreira, ex-prefeita do município de Novo Horizonte do Sul, a 320 quilômetros de…
Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *