Uncategorized

MP pede afastamento de secretário Huark e a anulação de licitações com a Proclin

Ministério Público Federal em Mato Grosso (MPF-MT) emitiu duas recomendações, esta semana, direcionadas à Prefeitura de Cuiabá relacionadas à Empresa Cuiabana de Saúde Pública, a Sociedade Mato-grossense de Assistência em Medicina Interna (Proclin) e à Qualycare, assim como também ao atual secretário municipal de Saúde Huark Douglas Correia.

As firmas e o secretário são investigados na Operação Sangria, deflagrada nesta terça pela Delegacia Fazendária (Defaz) e foram alvos de 11 mandados de busca e apreensão. Pela manhã, agentes e peritos recolheram documentos em computadores e papéis comprobatórios de esquema na saúde. A Defaz pediu a prisão de Huark, mas isso foi negado pelo Judiciário.

(Fonte: RD News)

Related posts
Uncategorized

Licitação de R$ 1,3 milhão para reforma em canal do Prosa abre proposta dia 28

Concorrência foi reaberta porque na primeira tentativa, nenhuma empresa se interessou Foi marcada…
Read more
Uncategorized

Operação que mira fraude em licitações prende 11 pessoas no oeste do Paraná

Onze pessoas foram presas, na manhã desta quarta-feira (16), em uma operação contra fraude em…
Read more
Uncategorized

Tribunal de Justiça de SC anuncia licitação para compra de café, leite e açúcar

Por falar em cafezinho no poder público, o TJ-SC (Tribunal de Justiça) realiza às 13h do dia 8 de…
Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *