Notícias

Samuca confirma licitação das linhas da Viação Sul Fluminense

SindPass apresentará plano de trabalho indicando como assumirá as dez linhas perdidas pela empresa

O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, disse nesta terça-feira (14) que as linhas da Viação Sul Fluminense serão licitadas, com a empresa mantendo a operação de 21 linhas até o fim do processo, e com três empresas que já operam linhas urbanas em Volta Redonda assumindo os dez percursos que mais geram reclamações. No entanto, o SindPass, que representa as empresas de transporte coletivo da região, vai apresentar um plano de trabalho detalhando a forma como os novos prestadores de serviço vão atuar.

– O SindPass vai nos apresentar esse plano para atuar nessas linhas, qual capacidade, o prazo e como será esse serviço. O que queremos é que, de forma satisfatória, a população de Volta Redonda tenha um transporte de qualidade. Não podemos mas ver cenas de atrasos constantes, ônibus quebrados, bancos soltos, acessibilidade estragada, entre outros – completou

Samuca recebeu, na manhã desta terça-feira, dia 14, em seu gabinete, uma comissão de vereadores e a direção do Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários da cidade, com o objetivo de debater sobre a caducidade da concessão da viação Sul Fluminense, empresa que detém o maior número de linhas de transporte coletivo do município. Durante o encontro, o prefeito enumerou os motivos que o fizeram a decretar a caducidade da concessão por quebra de contrato por parte da Sul Fluminense, que não estava conseguindo prestar um serviço de qualidade a população.

– Estou pensando na população quando decretamos a caducidade da concessão. Nossa cidade merece um transporte coletivo melhor. Diante disso, pensando nos trabalhadores, oportunizamos a Sul Fluminense a continuar operando até que essa licitação seja feita. Mas as dez linhas que têm maior reclamação no Ranking de Reclamações da secretaria de Transporte e Mobilidade Urbana, nós estamos oportunizando a outras empresas do SindPass (Sindicato das Empresas de ônibus – destacou.

Nesta tarde, o prefeito Samuca Silva tem uma reunião com procuradores do Ministério Público Trabalho para tratar sobre a empregabilidade dos funcionários da Sul Fluminense.

– Não há motivo para pânico, estão criando um clima de demissão em massa. Isso não é necessário. Nós estamos sensíveis a causa dos trabalhadores e vamos atuar para que os empregos sejam garantidos, assim como todos os direitos trabalhistas. Oportunizamos a Sul Fluminense a continuar operando enquanto a licitação não ocorrer, mas precisamos dar uma resposta rápida nessas linhas com mais reclamações – comentou o prefeito.

O presidente do Sindicato dos Rodoviários, José Gama, o Zequinha, se disse preocupado com demissões, mas entende a atitude da prefeitura.

– Nós entendemos o decreto do prefeito que visa melhorar o transporte público na cidade. Mas queremos o apoio do prefeito para nos ajudar a evitar que haja demissões em função dessas linhas que a Sul Fluminense está deixando de operar – disse Zequinha.

Alguns vereadores também opinaram sobre o tema, entre eles o presidente da Câmara, Edson Quinto, que frisou entender a justa preocupação dos trabalhadores, mas também ressaltou que a população não pode ser prejudicada.A reunião contou com a presença dos vereadores Edson Quinto; Rodrigo Furtado; Paulo Conrado; GM Isaac; Washginton Granato; Laydson; Paulinho do RaioX; Rosana Bergone; Carlinhos Santana; Buchecha; Pastor Washington. Além do presidente do Sindicato dos Rodoviários, Zequinha, e do vice-presidente da entidade, Luiz Rogério.

(Fonte: Diário do Vale)

Related posts
Notícias

Operação 'Carona Sinistra' investiga fraudes em licitação de publicidade e apropriação de dinheiro público em Itaúna

Gaeco, MP, polícias Civil e Militar estão envolvidos na ação que cumpriu 13 mandados de busca e…
Read more
Notícias

Câmara de Uberlândia promulga resolução que confirma licitação para 100% das verbas indenizatórias

Resolução ocorreu após os gastos de alguns vereadores terem sido questionados pelo Ministério…
Read more
Notícias

São Paulo faz consulta pública para licitação que busca gestor de ciclofaixas de lazer

As ciclofaixas de lazer estão inoperantes na cidade de São Paulo desde setembro. As faixas…
Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *