Notícias

Pais de alunos das escolas municipais de SP terão que usar aplicativo para comprar uniformes

App terá crédito fornecido pela Prefeitura de SP após cancelamento de licitação. Famílias carentes, que não têm smartphones, receberão cartão físico.

A compra dos uniformes da rede municipal de ensino de São Paulo deverá ser feita por meio de um aplicativo neste ano, segundo anunciou a Prefeitura de São Paulo nesta segunda-feira (20). No entanto, a entrega dos produtos deve acontecer só depois do início das aulas, que começam em 6 de fevereiro.

O app vai permitir que os pais de alunos comprem o kit de uniformes com as confecções credenciadas usando um crédito de R$ 215 fornecido pela prefeitura. A gestão municipal promete lançar, ainda nesta semana, dois editais: um para selecionar a empresa responsável pelo app e outro para credenciar as confecções que produzirão os uniformes.

A iniciativa deve atender 660 mil estudantes, que poderão retirar o uniforme em lojas conveniadas. O investimento será de R$ 130 milhões, segundo o prefeito Bruno Covas (PSDB). Cerca de 50 mil famílias carentes receberão o crédito em um cartão pré-pago e não precisarão do aplicativo, que só é compatível com smartphones.

A lei determina que a prefeitura deve fornecer uniformes aos alunos da rede pública. Neste ano, a gestão municipal cancelou a licitação para compra de uniformes escolares e adotou o esquema de créditos oferecidos aos pais de alunos. O cancelamento ocorreu porque, pela primeira vez, a prefeitura decidiu testar os produtos antes de entregá-los aos alunos e reprovou todas as 20 empresas que participavam da concorrência pública por falta de qualidade ou porque não atenderam alguma demanda do edital, como por exemplo, o preço

Esquema de compra
De acordo com o secretário municipal de Educação, Bruno Caetano, o esquema vai facilitar a escolha das peças do uniforme e vai permitir que os pais escolham os tamanhos mais adequados para seus filhos.

“As escolas podem realizar feirões com as confecções credenciadas para que os pais tenham mais essa opção de onde comprar”, afirma Bruno Caetano, secretário de Educação.
Segundo o secretário, o aplicativo não deve consumir os planos de dados dos usuários, depois de baixado. Além disso, a fiscalização do uso do crédito deve ser feita pela empresa responsável pelo app.

Experiência de São Caetano
O sistema que será usado pela primeira vez neste ano em São Paulo para a compra de uniformes já é adotado pela Prefeitura de São Caetano dos Sul há três anos.

Os pais de alunos da rede municipal da cidade recebem, na conta bancário, o dinheiro para comprar os kits. Neste ano, o auxílio será de R$ 215. Em 2019 o valor foi R$ 210 e, em 2018, R$ 200.

Cerca de 22 mil alunos devem ser beneficiados. O investimento, segundo a prefeitura, é de R$ 4,5 milhões.

Para engenheiro Vagner Rogerio Barbosa, que tem dois filhos na rede pública de São Caetano, o esquema é benéfico porque dá mais opções aos alunos.

Os pais podem escolher a confecção que vai produzir os uniformes, basta que elas sigam o padrão estabelecido pela secretaria de Educação. Para receber o depósito no ano seguinte, os pais precisam apresentar um comprovante de que o dinheiro foi gasto na compra do uniforme.

Segundo o secretário de Educação do município, Fabricio Coutinho de Faria, o sistema fomenta o comércio local já que, antes, toda a produção era concentrada em uma única empresa.

Dono de uma confecção na cidade há 30 anos, Francisco de Souza esteve prestes a fechar as portas, mas tudo mudou em 2018 quando os pais passaram a decidir onde comprar os uniformes. Segundo Souza, as vendas de sua loja aumentaram mais de 70%.

(Fonte: G1 – São Paulo)

Related posts
Notícias

Justiça acata denúncia do MPF e torna réus 2 ex-prefeitos de Irani

A Justiça Federal em Chapecó aceitou denúncia do Ministério Público Federal (MPF) em Santa…
Read more
Notícias

Operação contra corrupção afasta seis servidores e três secretários da Prefeitura de Edéia

Uma operação da Polícia Civil contra corrupção afastou três secretários e seis servidores da…
Read more
Notícias

Governo abre licitação para pavimentação da Estrada Morocó, em Sorriso

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), abriu…
Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *