Notícias

MPE pede suspensão do projeto ‘Via Lago’ por problemas em licitação e licenças ambientais

Complexo turístico teria centro de convenções, hotéis, shopping center e o novo prédio da prefeitura. Promotores acreditam que houve direcionamento do contrato.

O Ministério Público Estadual pediu que a Justiça suspenda o contrato para a construção do Complexo de Turismo e Negócios Via Lago, em Araguaína. O projeto prevê a construção de um centro de convenções, hotéis, shopping center e o novo prédio da prefeitura na Via Lago e o valor da licitação é de mais de R$ 200 milhões.

O pedido foi feito após os promotores do caso encontrarem indícios de que a licitação teria sido direcionada. Duas das três empresas que compõem o consórcio vencedor foram criadas apenas dois meses antes do lançamento do edital. A outra foi responsável pelos estudos de viabilidade técnica, jurídica e econômico-financeira do projeto e não havia previsão de que a prefeitura ressarcisse os custos.

Também houve problemas nas licenças ambientais. O MPE afirma que a prefeitura não realizou o levantamento de quais danos a obra, em particular a do shopping, pode causar no meio ambiente.

Os promotores querem que a obra fique suspensa até que a Justiça termine de analisar o caso. O pedido não tem prazo para ser analisado.

Outro lado
A Prefeitura de Araguaína informou que possui todas as licenças ambientais e que até o momento não foi notificada sobre o pedido do Ministério Público Estadual. Também disse que a licitação para a implantação do projeto foi realizado de forma lícita e transparente.

(Fonte: G1)

Related posts
Notícias

Prefeitura acata recomendação e revoga licitação da Expomang 2019

O Poder Executivo de Mangueirinha acatou recomendação administrativa expedida pelo Ministério…
Read more
Notícias

MPMS nega recurso em licitação para revestir paredes e suspende instalação de gradil

Empresa JM Comércio, Construção e Serviços venceu processo de licitação feito pelo MPMS O MPMS…
Read more
Notícias

Liminar suspende multa aplicada a uma empresa de Goiânia que desistiu de licitação após sofrer interdição da Vigilância Sanitária

Uma distribuidora de produtos hospitalares de Goiânia conseguiu na Justiça liminar para suspender…
Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *