Notícias

MPE apura licitações vencidas por empresas ligadas a deputado

A investigação foi aberta no último dia 3 e é conduzida pelo promotor de Justiça Wagner Antônio Camilo

O Ministério Público Estadual instaurou quatro inquéritos civis para apurar suposta improbidade administrativa envolvendo licitações realizadas pela Prefeitura de Rondonópolis e que tiveram como vencedoras empresas ligadas ao deputado estadual Ondanir Bortolini, o Nininho (PSD).

As investigações foram abertas no último dia 3 e são conduzidas pelo promotor de Justiça Wagner Antônio Camilo.

Nos documentos, ele cita denúncias dando conta de que empresas ligadas à família de Nininho venceram – em um intervalo de seis dias – licitações que somam pouco mais de R$ 72 milhões.

As construtoras são a Tripolo Ltda e a Deterra Ltda. Ambas têm como sócio administrador o empresário Fausto Presotto Bortolini, que é filho de Nininho.

Para cada um dos certames foi aberto um inquérito. As investigações dizem respeito às concorrências públicas 17/2020, no valor de R$ 19 milhões; a 18/2020, ao custo de R$ 7,6 milhões; a de número 19/2020, orçada em R$ 27,7 milhões; e a 21/2020, que totaliza R$ 24,2 milhões.

As três primeiras foram vencidas pela Tripolo e a última pela Deterra. Todas têm por objeto a pavimentação asfáltica tipo CBUQ e drenagem de águas pluviais em diversas ruas e avenidas de Rondonópolis.

O promotor citou ser “oportuno e conveniente investigar se pode ter ocorrido alguma espécie de fraude à licitação e/ou ao contrato com dano ao erário infração aos princípios regentes da administração pública, que possa tipificar ato de improbidade administrativa”.

Wagner Camilo requereu que a Prefeitura de Rondonópolis seja notificada e encaminhe ao MPE cópia integral dos processos licitatórios relativos às concorrências públicas, bem como os respectivos contratos administrativos.

Para tanto, foi fixado prazo de 10 dias.

Outro lado

Procurada, a assessoria de imprensa do deputado Nininho informou que os assuntos relativos à Tripolo e a Deterra devem ser tratados diretamente com as empresas.

A reportagem ainda não conseguiu contato com as empresas.

(Fonte: Mídia News)

Related posts
Notícias

Após suspensão do afastamento do mandato, Júnior Matuto volta à prefeitura de Paulista

Depois da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que suspendeu o afastamento do prefeito de…
Read more
Notícias

Prefeitura quer ouvir população sobre o transporte coletivo em São Carlos

A Prefeitura de São Carlos anunciou que vai retomar o procedimento licitatório para concessão do…
Read more
Notícias

Governo de Minas promove compra de EPIs para profissionais da Saúde

Estado já repassou R$ 51,7 milhões para os municípios para a compra de álcool gel, luvas…
Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *