Notícias

Ministério Público apura ‘direcionamento’ em licitação da Saúde de Campina Grande

Empresa citada pelo MP teria recebido mais de R$ 8,3 milhões do Fundo Municipal de Saúde desde 2013, conforme dados do TCE

O Ministério Público instaurou um inquérito civil público para apurar uma denúncia de direcionamento no Pregão Presencial 16.620/2018, realizado pela Secretaria de Saúde de Campina Grande para contratação de uma empresa especializada em manutenção predial, fornecimento de equipamentos e mão de obra. A portaria, assinada pelo promotor do Patrimônio Público Alyrio Batista de Souza Segundo, foi publicada nesta sexta-feira (19).

Ao instaurar o inquérito o representante do MP considera “a notícia de direcionamento do pregão presencial n.º 16.620/2018 realizada pela Secretaria Municipal de Saúde de Campina Grande em favor da empresa NTB Cavalcanti Materiais Cirúrgicos LTDA-ME” e a “imprescindibilidade de melhor investigação da problemática apontada, o que pode autorizar a tutela dos interesses ou direitos a cargo do Ministério Público”.

Dados do Sistema Sagres, do Tribunal de Contas do Estado, mostram que a empresa NTB Cavalcanti Materiais Cirúrgicos LTDA-ME recebeu, do Fundo Municipal de Saúde, mais de R$ 8,3 milhões para fornecimento de equipamentos, mão de obra e materiais para hospitais da cidade, como Pedro I, Doutor Edgley, Unidades de Pronto Atendimento (UPA’s), Centros de Saúde e postos.

Outro lado

A Secretaria de Saúde de Campina Grande informou, em nota, que até o momento não foi notificada do inquérito. No entanto, assegura que todos os pregões realizados obedecem estritamente a legislação vigente, sendo todos os processos informados nos diários oficiais e ainda junto ao Tribunal de Contas do Estado da Paraíba, além do portal da transparência da Prefeitura.

“O referido Pregão foi realizado para registro de preços, não tendo a Secretaria de Saúde obrigação de realizar a contratação, pois se trata de modalidade que serve de base para o poder público ter itens registrados, em caso de necessidade de contratação. O processo ocorreu de forma regular, sem qualquer questionamento ou impugnação, seja pelos demais participantes, seja pelos órgãos de controle. Assim que for notificada da referida denúncia, a Secretaria de Saúde irá prestar todas as informações necessárias e mostrar a licitude dos atos praticados no referido processo”, discorre a nota.

(Fonte: Jornal da Paraíba)

Related posts
Notícias

PCDF investiga empresários que usaram robô para fraudar licitação

Suspeitos criaram softwares proibidos para dar lances automáticos em pregões eletrônicos…
Read more
Notícias

Aberta licitação para construir sede do MP em Nova Mutum; investimento de R$ 4,2 milhões

A prefeitura de Nova Mutum divulgou no Diário Oficial do Estado que as empresas interessadas em…
Read more
Notícias

Governo revê licitação de R$ 147 milhões

O governo do Estado suspendeu licitação para contratação de uma empresa para gerenciar a…
Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *