Notícias

MG: MDC usa projeto futurista para fazer marketing

Terminal será inaugurado em 2012, mas MDC ainda não sabe quem vai administrá-lo, a prefeitura vai fazer a licitação para concorrência de uma empresa que vai explorar a rodoviária.

 

Durante evento de relançamento do Metropolitan Garden Shopping, na última quarta (17), a prefeita MDC anunciou a construção de uma rodoviária. Segundo MDC, a obra vai começar juntamente com o megaempreendimento e tem sua inauguração marcada para o segundo semestre do ano de 2012, o que coincide com o processo de sucessão eleitoral. Porém, MDC ainda não sabe exatamente quando a obra terá início. A construção ficaria por conta da iniciativa privada.

Antigo sonho dos moradores de Betim, a rodoviária anunciada pela atual administração pretende acolher uma plataforma regionalizada. Para o presidente do Instituto de Pesquisas e Política Urbana de Betim (Ippub), Lessandro Lessa, isso quer dizer que a cidade “começa a implantar o conceito proposto pela Agência de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Belo Horizonte”. “Betim será mais um centro regional ao investir na construção de um terminal rodoviário. O município passará a ser o portal de entrada da região metropolitana para quem vem do Sul e do Centro-Oeste do país”, explica Lessa.

Uma das expectativas do secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Cleanto Pedrosa, é que a rodoviária funcione como atrativo para o megaempreendimento. “Ela irá funcionar como uma grande âncora para promover a circulação permanente de público e favorecer a aproximação do cliente”. Futuro

De acordo com um dos empreendedores do Metropolitan Garden, Eduardo Gribel, os recursos e o terreno para a construção da rodoviária serão disponibilizados pelos empreendedores do shopping. Gribel também não soube precisar quanto será investido no projeto. “O investimento é nosso. E a prefeitura vai fazer a licitação para concorrência de uma empresa que vai explorar a rodoviária. Vamos ter um público de cerca de 1 milhão de pessoas circulando diariamente pelo local, além de facilitar o acesso ao shopping”, afirmou Gribel.

O presidente do Ippub acha que o local onde será construída a rodoviária irá se transformar no centro da cidade. Para isso, ele já dá como certas as obras da Alça Rodoviária, as futuras Alça Sul e Alça Norte (que vão estar prontas somente depois da conclusão do Rodoanel) e também nas proximidades do metrô, que ainda não saiu dos discursos dos políticos e dificilmente terá fôlego financeiro para chegar a Betim em menos de dez anos.

(Fonte: Portal o tempo)

Related posts
Notícias

A influência da Lei 13.655/2018 na revogação de licitações

A licitação preordena-se a distintas finalidades. Um de seus objetivos[1] clássicos é alcançar…
Read more
Notícias

Prefeitura abre licitação de R$ 3 milhões para iluminação de avenidas em Alta Floresta

A prefeitura de Alta Floresta abriu procedimento licitatório para contratar a empresa que vai…
Read more
Notícias

MP cumpre mandados de busca e apreensão por fraudes em licitação em Limoeiro

Quatro empresas são alvo da investigação que está em fase inicial. Os contratos são na área de…
Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *