Notícias

Licitação para videomonitoramento deve ser publicada no próximo sábado

Documento abrirá disputa para seleção de empresa responsável por instalação e manutenção das câmeras de segurança em FW

Se aproxima do estágio decisivo o processo de reinstalação do sistema de videomonitoramento em Frederico Westphalen. Na quarta-feira, 9, a comissão responsável pelo assunto, formada por representantes da Brigada Militar (BM), Polícia Civil (PC), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Conselho Comunitário Pró-Segurança Pública (Consepro) e Prefeitura de FW, definiu os últimos detalhes do edital que abrirá a disputa para seleção da empresa que fará a gestão técnica das câmeras de segurança no município.

A expectativa inicial do presidente do Consepro, Diogo Girardi, é que o documento seja publicado no dia 18, no AU. Se o cronograma seguir dentro do planejado, a abertura dos envelopes com as propostas ocorrerá na primeira semana de fevereiro. O edital, que antes da publicação será avaliado pelo Ministério Público (MP), tem validade de um ano, prorrogável por mais tempo. Conforme Girardi, há chance de que o sistema comece a operar em março.

Ampliação do cercamento eletrônico

Entre as novidades que o edital deve trazer em relação ao sistema que operava antes na cidade, está o aumento de câmeras. Haverá, ainda, a possibilidade de serem realizadas parcerias com civis que possuam videomonitoramento particulares. “Aqueles que tiverem câmeras voltadas para a rua, para o espaço público, poderão assinar um termo em que disponibilizam a imagem para o sistema de segurança”, afirmou o capitão Douglas Knorst, oficial do 37º Batalhão de Polícia Militar (BPM), que compõe a comissão para instalação das câmeras.

Segundo Knorst, somando as câmeras do projeto, mais as particulares, será possível construir uma rede com 100 equipamentos monitorando a cidade. Ele ainda afirma que serão escolhidos pontos estratégicos para a instalação dos aparelhos, aproveitando também da estrutura de postes e fiação remanescentes do sistema anterior. “Estudamos o cercamento [eletrônico] de outras cidades e usamos como base para os requisitos do edital”, esclareceu o capitão.

(Fonte: O Alto Uruguai)

Related posts
Notícias

Frical promete ônibus de graça e nova licitação no transporte coletivo em Várzea Grande

Candidato a prefeito de Várzea Grande, o empresário Flávio Frical (PSB) disse que vai implantar…
Read more
Notícias

Lençóis Paulista: TJ condena quatro por contrato sem licitação

Ex-prefeita e ex-diretor terão de pagar multa civil; pena para empresa e empresária é proibição…
Read more
Notícias

Ministério Público de Contas pede anulação da licitação do Aeroporto de Chapecó

Parecer de 45 páginas cita possível acesso a informações privilegiadas no certame por parte da…
Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *