Notícias

Lago da Prainha pode ter pedalinhos após revitalização

Na manhã desta segunda-feira, 21 de setembro, o programa Bom Dia Camaquã recebeu o secretário da Cultura, Turismo, Lazer, Desporto e Juventude, Diego Garcia. Um dos principais destaques trazidos pelo secretário foi a fala sobre a revitalização do Completo Poliesportivo Rui de Castro Netto, a Prainha.

Segundo Garcia, o trabalho acontece em conjunto entre as secretarias do Meio Ambiente, Transportes, Infraestrutura e Cultura. Recentemente, uma nova licitação foi realizada para a utilização do quiosque da Prainha, que está passando por uma reforma estrutural, feita pelo ganhador da licitação.

O secretário destacou que em conversa com o empresário, foi confidenciado o desejo da instalação de ‘pedalinhos’ no lago da Prainha, além da construção de um palco para que sejam feitas apresentações musicais no local. Clique aqui e assista a entrevista completa (a partir de 1h30min de transmissão).

Na segunda quinzena de agosto, os servidores municipais iniciaram o plantio de Jerivás, palmeiras nativas da mata atlântica no Brasil, que foram vandalizados no mesmo dia. O secretário lamentou o ocorrido, bem como o furto de seis lixeiras no Centro de Camaquã, ocorridos no começo de setembro. Segundo ele, é necessária a colaboração de todos para que as ações da Prefeitura tragam benefícios de fato.

O secretário ainda destacou que, após o início da revitalização do espaço, muitas pessoas questionaram o momento no qual as obras iniciaram e que a mesma não fazia sentido em meio à uma pandemia. Diego destacou que a ação da Prefeitura visa melhorar o espaço para o período pós-pandemia, e que a esperança é sempre que isso ocorra o mais rápido possível.

Outro detalhe da revitalização trazido pelo secretário foi a pavimentação do passeio no entorno do lago. Segundo Diego, os meios-fios chegaram nesta semana e já começaram a ser instalados pelos servidores.

Ele destacou que a instalação do mesmo, combinada à pavimentação, será benéfica para a prática de esportes, como corrida e ciclismo, no local. Ainda não há uma data para a reinauguração do complexo.

Chama crioula

Um dos destaques foi a informação trazida referente ao cancelamento da passagem da Chama Crioula, evento já tradicional e que marca a Semana Farroupilha. Após a desistência de Canguçu, muncípio que abrigaria a centelha da Chama Crioula, o Governo do RS resolveu cancelar a programação costumeira e lançar uma proposta completamente online.

Os cavalarianos trouxeram no catamarã a centelha acesa no Sítio Histórico, em Guaíba, até a capital. Em Porto Alegre, a chama foi recebida pelo governador Eduardo Leite, pelo vice-governador Ranolfo Vieira Júnior, pela secretária adjunta da Cultura, Gabriella Meindrad, pela patrona dos Festejos Farroupilhas, Alessandra Carvalho da Mota, pela presidente do Movimento Tradicionalista Gaúcho, Gilda Galeazzi, e pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ernani Polo.

“Rememorar essa história de lutas do nosso passado e dos nossos antepassados é importante neste momento em que precisamos de resistência e de resiliência diante de um novo tipo de adversário, o coronavírus. Dizem que estamos vivendo uma guerra invisível, e se enfrentamos uma guerra, temos o privilégio, no nosso Estado, de, ao olhar para o passado, relembrar a epopeia farroupilha como uma grande guerra que nossos antepassados travaram pelos seus ideais e valores, e que nesse momento nos inspiram”, exaltou o governador.

Em razão da pandemia e obedecendo aos protocolos de distanciamento social, a programação será on-line. A proposta é que estudantes e a comunidade gaúcha possam captar imagens das suas cidades por meio de vídeos gravados com celular e que serão divulgados nas redes sociais da Secretaria da Cultura (Sedac). Ainda que sem os piquetes, a programação prevista será intensa. Clique aqui e leia mais.

Lei Aldir Blanc

Em sua participação, Garcia falou sobre os impactos da Covid-19 na área cultural e as medidas que a secretaria, representando a Prefeitura de Camaquã, tem tomado para auxiliar a classe artística.

Garcia destacou a atuação da Secretaria para auxiliar os artistas locais que poderão receber o incentivo da Governo Federal através da Lei Aldir Blanc, a qual o Doverno Federal, por meio do Ministério do Turismo aprovou o plano de ação do governo do Rio Grande do Sul que define as diretrizes para os investimentos previstos no Inciso I (renda emergencial) e Inciso III (editais) do artigo 2º da Lei 14.017/2020. Com a aprovação do material encaminhado pela Secretaria da Cultura (Sedac), o Estado deverá receber R$ 69,7 milhões até 26 de setembro, com o objetivo de acelerar ao máximo possível o repasse dos recursos aos trabalhadores da cultura.

A regulamentação da aplicação e da gestão dos recursos da lei no âmbito do Rio Grande do Sul consta no Decreto 55.478, de 11 de setembro, publicado na última segunda-feira (14/9) no Diário Oficial do Estado (DOE).

Fonte: Clic Camaquã

Related posts
Notícias

Governo finaliza licitação para obra de R$ 24 milhões na MS-423

Obra vai passar pela estrada Taquari, em uma extensão de 54 km, na cidade de Corumbá O governo…
Read more
Notícias

PF apreende R$ 123 mil ao apurar fraude em licitação que contratou alimentação hospitalar no AP

Operação foi deflagrada na manhã desta terça-feira (20), em Macapá. Pouco mais de R$ 123,1 mil…
Read more
Notícias

Majeski pede suspensão de licitação milionária na Assembleia Legislativa

Deputado defende que só os serviços importantes para o cidadão devem ser priorizados. Contrato de…
Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *