Notícias

Governo do RS anuncia consórcio vencedor da licitação da PPP da Corsan

Empresa ficará responsável pela ampliação da cobertura de esgoto nos municípios de Alvorada, Cachoeirinha, Canoas, Eldorado do Sul, Esteio, Gravataí, Guaíba, Sapucaia do Sul e Viamão.

O governo do Rio Grande do Sul anunciou nesta sexta-feira (29) o consórcio vencedor da Parceria Público-Privada (PPP) da Corsan. O consórcio Aegea ficará responsável pela ampliação da cobertura de esgoto de aproximadamente 14% para 87,3%, em até 11 anos, nos municípios de Alvorada, Cachoeirinha, Canoas, Eldorado do Sul, Esteio, Gravataí, Guaíba, Sapucaia do Sul e Viamão.

Segundo estimativa do governo, 500 mil pessoas devem ser beneficiadas, num primeiro momento. Até 2055, a expectativa é de 1,7 milhão de pessoas.

“É o início de uma nova etapa. Essa PPP, considerada a maior do país, reforça nossa absoluta convicção de que temos, na parceria com o setor privado, competição e concorrência saudável, que faz com que todos os envolvidos ganhem. Além da melhoria do saneamento, essa PPP viabilizará a geração de empregos e de arrecadação. Não temos dúvida de que será uma grande oportunidade de desenvolvimento para o estado”, afirmou o governador Eduardo Leite (PSDB).

Além do Consórcio Aegea, o Consórcio Sul Ambiental e a BRK Ambiental Participações S.A. foram considerados aptos a participar do leilão.

No momento de abertura dos envelopes, na sede da B3, em São Paulo, foram revelados os valores que cada uma das participantes propôs para o preço unitário por metro cúbico de esgoto faturado.

O Consórcio Sul Ambiental despontou na frente, com a proposta de R$ 2,61 por metro cúbico (deságio de 26,82%). Em segundo lugar ficou a Aegea Saneamento, com R$ 2,64 por metro cúbico (deságio de R$ 25,38%) e, por último, a BRK Ambiental, com a proposta de R$ 2,89 por metro cúbico (deságio de 14,53%).

Como houve diferença inferior ou igual a 15% com relação a menor proposta, o leilão foi levado à proposição por viva voz, na qual os licitantes tiveram oportunidade de atualizar oralmente os valores, possibilitando novo deságio dos valores ofertados inicialmente.

Depois de 11 rodadas, o Consórcio Aegea acabou vencendo, com a melhor proposta, de R$ 2,40 por metro cúbico de esgoto faturado, com deságio de 37,92%.

A homologação da licitação deve ocorrer em 24 de janeiro, e a Corsan espera assinar o contrato da PPP até março.

O projeto é a maior PPP de saneamento do país, de acordo com o governo gaúcho. Serão investidos R$ 2,23 bilhões, divididos em obras em execução pela Corsan (R$ 370 milhões) e investimentos do parceiro privado (estimativa de R$ 1,86 bilhão, repartido em R$ 1,63 bilhão para expansão do sistema de esgoto e R$ 230 milhões para ações comerciais e operacionais).

(Fonte: G1 – Rio Grande do Sul)

Related posts
Notícias

Caxias do Sul lança licitação do transporte coletivo

A prefeitura de Caxias do Sul, cidade gaúcha com população de mais de 500 mil habitantes, vai…
Read more
Notícias

PF faz buscas na sede do governo do Pará em investigação que mira vice-governador

Lúcio Vale é suspeito de participar de esquema de fraudes em licitação. O governo do Pará…
Read more
Notícias

Advogados poderão ser contratados sem licitação

Foi aprovado na noite desta quarta-feira (11) no Plenário do Senado, em votação simbólica, a…
Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *