Notícias

Coronavírus: GDF abre licitação para construir hospital de campanha em Ceilândia

Unidade terá capacidade para 60 leitos destinados a pacientes com Covid-19. Região tem maior número de infectados e mortos pela doença no DF.

O governo do Distrito Federal lançou um edital para dar início à construção de um hospital de campanha em Ceilândia. O local contará com 60 leitos para pacientes com o novo coronavírus. A abertura de licitação foi publicada em edição extra do Diário Oficial, nesta quarta-feira (3).

Do total de leitos, segundo o GDF, 20 serão de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) e outros 40 para internação simples. A previsão é que a unidade custe R$ 15,5 milhões e que fique pronta em 40 dias. As propostas podem ser apresentadas até 8 de junho.

De acordo com o governador Ibaneis Rocha (MDB), a estrutura será usada para receber pacientes com a Covid-19 na r

Até a manhã desta quinta (4), Ceilândia registrava 1.320 casos de coronavírus e 39 óbitos. Em todo DF são 12.020 infecções e 176 mortes de moradores da capital. Segundo a Secretaria de Saúde, quando a pandemia estiver controlada, o hospital de campanha “será transformado em uma unidade materno-infantil”.

Outros hospitais de campanha

Além do hospital de campanha de Ceilândia, o GDF prometeu outras duas unidades do tipo para ajudar a conter o avanço do novo coronavírus: o hospital de campanha do Estádio Mané Garrincha e o hospital de campanha do Complexo Penitenciário da Papuda.

O Mané Garrincha recebeu os primeiros pacientes de Covid-19 no dia 22 de maio. A estrutura montada no estádio conta com 173 leitos de enfermaria, 20 de suporte avançado e quatro de emergência, que são voltados para a reanimação de pacientes que se recuperam da infecção pelo novo coronavírus.

Segundo o secretário de Saúde Francisco Araújo, o espaço é como “retaguarda” para atender pacientes que já tiveram alta de leitos em UTIs, mas ainda estão em processo de recuperação e não podem voltar para casa.

A expectativa é que cada pessoa permaneça até 14 dias no local, de acordo com o caso clínico.

Hospital na Papuda
Já na Papuda, o hospital de campanha foi prometido pelo governo do DF em abril. A previsão era de que a estrutura – com capacidade para 40 leitos – fosse erguida em 15 dias, no campo de futebol do Centro de Detenção Provisória (CPD). No entanto, 54 dias depois deste anúncio, o hospital ainda não está pronto.

De acordo com a Secretaria de Saúde, as obras do hospital do Complexo da Papuda estão “em ritmo acelerado”. “O custo da construção gira em torno de R$ 5,9 milhões. A obra prevê cerca de 1 mil metros de área construída, dez leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com equipamento avançado para ventilação mecânica e outros 30 leitos de enfermaria”.

Ainda de acordo com a pasta, já foram concluídas as fundações das obras e da infraestrutura para a rede elétrica e cabeamento de dados, assim como a montagem dos módulos pré-fabricados, semelhantes a contêineres, feitos de material resistente a fogo.

“O projeto prevê sistema de isolamento térmico e acústico, além de uma rede de fibra óptica para se interligar ao sistema da Secretaria de Saúde (SES), com suporte para as câmeras de vigilância”.

Até a noite de quarta-feira (3), o sistema penitenciário do DF contabilizava 785 casos do novo coronavírus, e duas mortes. Os números contam com detentos e agentes penitenciários.

(Fonte: G1 – Distrito Federal)

Related posts
Notícias

Após alerta do TCE-PR, Palotina revoga licitação de R$ 2,5 milhões para EPIs

Compra era referente a equipamentos de proteção individual de servidores desse munício do Oeste…
Read more
Notícias

Justiça obriga Prefeitura de Blumenau a fazer licitação para concessão de serviços funerários

Município precisará acabar com sistema de rodízio no atendimento funerário na cidade A Quinta…
Read more
Notícias

PMDF abre licitação internacional para compra de pistola 9 mm

Propostas serão recebidas até o dia 1º de setembro A Polícia Militar (PMDF) abriu, nesta…
Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *