Notícias

Água do Sistema Billings será tratada em Suzano, diz governador

Sabesp estuda transferência por meio do Rio Grande ou Pequeno. Após tratamento, água reforçará sistemas Alto Tietê e Cantareira.

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) informou nesta terça-feira (27) que a água retirada na represa Billings, na região Metropolitana de São Paulo para reforçar os sistemas Alto Tietê e Cantareira, será tratada na Estação de Tratamento de Água (ETA) de Suzano, na represa de Taiaçupeba.

 

A unidade tem capacidade para tratar 15 metros cúbicos por segundo. Para não usar a terceira cota do volume morto do Sistema Cantareira, o governador anunciou que parte da água da Billings será transferida para o Sistema Alto Tietê. “Temos a capacidade de tratar 5 metros cúbicos e temos capacidade de distribuir 5 metros cúbicos. E estaremos agindo nos dois sistemas mais preocupantes afetados pela seca, que é o Alto Tietê e o Cantareira”, afirmou o governador.

 

O diretor metropolitano da companhia, Paulo Massato Yoshimoto, afirmou que o objetivo é acelerar as obras, mas não deu prazos. “É a corrida contra o tempo. Nós estamos fazendo o planejamento, eu não tenho prazo para dar ainda. Mas antes que chegue nessa situação zero do sistema, nós vamos estar levando essa água para o Cantareira. Portanto nós vamos acabar utilizando somente a vazão que vai estar fluindo nas represas do Cantareira. Aí nós podemos passar novamente o outono e o inverno e esperar 2016.”

 

A transferência de água do Sistema Billings até o Alto Tietê está sendo analisada pelo departamento técnico da Sabesp. “Toda a Sabesp está trabalhando para avaliar se a água será transferida por adutora até o Alto Tietê, através do Rio Grande, que é um afluente da Billings, ou do Rio Pequeno, que é outro afluente da Billings”, explicou o governador.

 

Qualidade da água

O diretor metropolitano da Sabesp ainda falou sobre o monitoramento da qualidade da água da Billings. “Ela tem uma maior quantidade de algas próximo da Barragem de Pedreiras, mas caminhando em direção à Serra do Mar, você vai encontrar uma Billings com águas sem poluição e mesmo na altura do braço do Rio Grande. Diria que o nível do braço de Taquacetuba é menor até do que da própria Guarapiranga.”

 

De acordo com Yoshimoto, não há riscos à população. “Não há preocupação maior da nossa parte. Nós monitoramos diariamente. E a qualidade é de uma água tratada em um processo normal”, acrescentou. “Nós fizemos nosso Projeto Tietê, implantamos mais de 40 quilômetros de coletores tronco, 60 elevatórias para retirar o esgoto que vai para a Billings e para o Guarapiranga. Então nós estamos retirando quase 2,5 metros cúbicos por segundo de esgoto da Billings e do Guarapiranga. E ao longo do tempo, essa represa estará totalmente recuperada”, concluiu.

 

Ações

Outras duas ações foram adotadas pelo governo estadual para evitar o colapso dos sistemas Alto Tietê e Cantareira. “Nós temos sete sistemas: Cantareira, Guarapiranga, Alto Tietê, Rio Grande, Rio Claro, Alto e Baixo Cotias. Vamos ter o oitavo sistema, que é a PPP do São Lourenço. Vamos buscar água lá em Juquitiba, no rio São Lourenço. Está tudo em obras, nós temos quase mil trabalhadores nesta obra, que tem 80 quilômetros de distância,  e capacidade de 6 metros cúbicos por segundo”, disse o governador.

 

Nesta semana, Alckmin pretende lançar o edital da obra que permitirá a transferência de água do Rio Paraíba do Sul para o Cantareira. “São mais de 5 a 8 metros cúbicos por segundo. Essa era uma obra prevista no plano de macrometrópole para 2020, nós estamos antecipando em razão das mudanças climáticas. Você tem um plano de macrometrópole, então vai executando planos, estava previsto para 2020, em razão da crise estamos antecipando e deveremos lançar a licitação ainda essa semana”, detalhou.

 

(Fonte: G1)

Related posts
Notícias

Prefeitura suspende licitação milionária após TCE flagrar série de irregularidades

Pregão presencial com valor de R$ 12 milhões prevê a contratação de empresa para limpar…
Read more
Notícias

Ex-presidente de Câmara é condenado por contratar sem licitação

Denúncia indica que ex-presidente fracionou indevidamente gastos públicos referentes a locações…
Read more
Notícias

MT economiza R$ 1,7 milhão em licitação para construção de anel viário

A ENPA Engenharia e Parceria Eirelli apresentou o menor valor entre as quatro empresas habilitadas…
Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *